Gestão de projectos nas pequenas e médias empresas em Moçambique

Resumen

A relevância social e económica das pequenas e médias empresas para Moçambique e para outros quadrantes do mundo são notáveis. As investigações realizadas indicam que muitas empresas foram abertas e encerradas nos últimos 5 cincos anos, sendo fundamentais a fase inicial da atividade e os momentos de crise político-econômica.
Objetivo. O presente artigo tem como foco a gestão empresarial e a gestão de projecto para garantir a sua continuidade no mercado. Metodologia. A pesquisa é do tipo exploratória. Abordagem usada foi mista (qualitativa e quantitativa) para determinar a amostra. E as técnicas de recolha de dados foram: a observação; a entrevista; análise documental; pesquisa bibliográfica e o questionário. Resultados. Este trabalho traz como resultados um novo modelo de administração nas pequenas e médias empresas moçambicanas. Os resultados obtidos contribuem com suporte teórico e prático para lideranças das pequenas e médias empresas moçambicanas e linhas de continuidade em estudos posteriores neste campo e em outras áreas. Conclusões. O trabalho conclui que as pequenas e médias empresas não implementação a gestão de projectos na sua administração, por isso, não sendo competitivas no mercado nacional e internacional.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Adalberto Paulino Falso Armindo

Doutorando em Gestao de Projectos e Gestao estrategica Empresarial. Instituto Superior de Ciência e Educação à Distância —ISCED—, Beira, Moçambique.

Referencias bibliográficas

Barbosa, M., de Oliveira, E. e Lobosco, A. (2011). Competências para inovar em pequenas e médias empresas tecnológicas. RAI: Revista de Administração e Inovação, 8(4), 206-212.

Da Silva, L.M., de Albuquerque, L.G e Freire, C.A. (2017). Capacidades organizacionais: um estudo na hotelaria do nordeste brasileiro. REGE-Revista de Gestão, 24, 170-180. https://doi.org/10.1016/j.rege.2017.03.007

Esteves, G. e Nohara, J.J. (2011). Fatores críticos à estabilidade das alianças estratégicas das micros e pequenas empresas. RAI: Revista de Administração e Inovação, 8(3), 182-204.

Kerzner, H. (2017). Gestão de projectos, as melhores praticas. Porto Alegre, Brasil: Bookman.

Machado, C., Mazzali, L. e Palmisano, A. (2015). Gestão de projetos de inovação: O caso de uma empresa líder do setor de eletrodomésticos. RAI: Revista de Administração e Inovação, 12(3), 288-309. https://doi.org/10.11606/rai.v12i3.102558

Magno, C. (2018). As Balas de Prata no Gerenciamento de Projectos. Um Estudo em Projectos no Brasil. Lisboa, Portugal: Novas Edições Acadêmicas.

Rezende, R. e Cordeiro, H. (2016). Estratégia, pessoas e operações como agentes influenciadores do desempenho do escritório de gerenciamento de projectos: uma análise por meio da modelagem de equações estruturais. Gestão & Produção, 25(2), 410-429. https://doi.org/10.1590/0104-530x2294-16

Tello-Gamarra, L. e Verschoore, J.R. (2015). O desenvolvimento das competências coletivas no terceiro setor. Suma de Negocios, 6, 194-203. https://doi.org/10.1016/j.sumneg.2015.10.002

Vieira, P. e Martins, N.V. (2018). Fatores de impacto para sobrevivência de micro e pequenas (MPEs). Revista Livre de Sustentabilidade e Empreendedorismo, 3(5), 54-77.

Publicado
2021-12-15
Cómo citar
Falso Armindo, A. P. (2021). Gestão de projectos nas pequenas e médias empresas em Moçambique. Revista Perspectiva Empresarial, 8(2), 38-47. https://doi.org/10.16967/23898186.716
Sección
Artículos
Crossref Cited-by logo